Jesus Suficiente – Estudo no Evangelho Segundo João

Estarei reunindo aqui os vídeos dos lives do facebook que são feitos geralmente às terças-feiras 19h horário da Bahia em um estudo bíblico sobre a Suficiência de Cristo tomando como base o Evangelho de João.

Parte 1 – INTRODUÇÃO (07/02/2017)
#JesusSuficiente
Para ir direto à mensagem adiante para 27´50″

Parte 2 – O VERBO (14/02/2017)
Seguimos em nosso Estudo #JesusSuficiente, explorando o relato do Evangelho segundo João. Na primeira semana falamos introdutoriamente sobre o Livro em si, sobre o autor e qual o foco exposto por ele a respeito da vida e obra de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Hoje começaremos de fato a leitura e estudo propriamente dito com o que se chama de Prólogo Joanino, que é a introdução do evangelho que compreende o capítulo 1 e os versos do 1 ao 34
Dividiremos am algumas partes e a de hoje será: O Verbo
Hoje Leremos e estudaremos João 1.1-4
Se quiser pular o louvor e ir direto à palavra, começa em 30’05” .

Parte 3 – JESUS A LUZ DO MUNDO (21/02/2017)
João 1:5-14 diz: “A luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela. Houve um homem enviado por Deus cujo nome era João. Este veio como testemunha para que testificasse a respeito da luz, a fim de todos virem a crer por intermédio dele. Ele não era a luz, mas veio para que testificasse da luz, a saber, a verdadeira luz, que, vinda ao mundo, ilumina a todo homem. O Verbo estava no mundo, o mundo foi feito por intermédio dele, mas o mundo não o conheceu. Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.”
Obs: Se quiser saltar o louvor e ir direto ao estudo, vá para 27’00”.
#JesusSuficiente

Parte 4 – E O VERBO SE FEZ CARNE (28/02/2017)
João 1:11-15: “Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.
João testemunha a respeito dele e exclama: Este é o de quem eu disse: o que vem depois de mim tem, contudo, a primazia, porquanto já existia antes de mim.”
Obs: Se quiser ir direto para a palavra adiante para 27 minutos.
#JesusSuficiente

Parte 5 – Graça + Verdade = Amor (Pt 1) (07/03/2017)
João 1:14-18 “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai. João testemunha a respeito dele e exclama: Este é o de quem eu disse: o que vem depois de mim tem, contudo, a primazia, porquanto já existia antes de mim. Porque todos nós temos recebido da sua plenitude e graça sobre graça.
Porque a lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo. Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito, que está no seio do Pai, é quem o revelou.”
Questões abordadas:
– Se o pecado geraria a morte porque Adão e Eva ficaram vivos depois de comer o fruto?
– Porque a Lei de Deus é boa e santa?
– Como um Deus que é Santo se relaciona com pecadores?
– Uma nação para ensinar o caminho pra outras nações.
– o Monte fumegante e a Lei dada por intermédio de Moisés
Para ir direto para a palavra adiante para 24’20”
#JesusSuficiente

João 1:14-18 “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai. João testemunha a respeito dele e exclama: Este é o de quem eu disse: o que vem depois de mim tem, contudo, a primazia, porquanto já existia antes de mim. Porque todos nós temos recebido da sua plenitude e graça sobre graça.
Porque a lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo. Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito, que está no seio do Pai, é quem o revelou.”
Questões abordadas:
– Verdade sem Graça = religiosidade, intolerância, legalismo, moralismo
– Graça sem verdade = conivência com o pecado, idolatria, graça barata
– Graça + Verdade = amor, cruz, evangelho, Jesus manifesto

JESUS SUFICIENTE

Evangelho de João 1:29
No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!

ALELUIA!

Para ir direto para a palavra adiante até 25’30”

Parte 8 – Jesus e seus Seguidores  (04/-4/2017)
Texto Lido : João 1.35-51
Temas abordados:
– João continua apresentando Jesus como cordeiro de Deus (referência Gn.22.13)
– Os discípulos de João começaram a deixá-lo e a seguir a Jesus (ministério completo)
– Jesus foi acessível, gracioso e interessado por eles (Vinde e Vede João 1.39)
– Levar o Evangelho é levar a Boa Nova em palavra, obras e verdade. (v.40-41)
– O Senhor e quem transforma (Simao passa a ser Cefas Pedro v.42)
– Filipe e Natanael
– V. 51 as revelações de Jesus e o impacto sobre nossa vida.

Caso de vida ou morte.

O que você diz pode salvar ou destruir uma vida; portanto, use bem as suas palavras e você será recompensado. (Provérbios 18:21 NTLH)

Eis aqui uma verdade impressionante de como nossas palavras tem poder! O que dizemos sobre nossas realidades, cônjuges, filhos, pais, situação financeira, emocional gera impacto real sobre os rumos da nossa vida.

Pensem no navio: grande como é, empurrado por ventos fortes, ele é guiado por um pequeno leme e vai aonde o piloto quer. É isto o que acontece com a língua: mesmo pequena, ela se gaba de grandes coisas. Vejam como uma grande floresta pode ser incendiada por uma pequena chama! (Tiago 3:4, 5 NTLH)

Controlar a língua ou o que falamos nem sempre é fácil mas precisamos aprender o mais rápido como alcançar isso pelo poder do Espírito Santo em nós. A raiz do que falamos é o que pensamos e a maneira correta de corrigir nossa linguagem e palavras é deixar o Senhor mudar nosso coração, nossa mente. 

Ninhada de cobras venenosas! Como é que vocês podem dizer coisas boas se são maus? Pois a boca fala do que o coração está cheio. (Mateus 12:34 NT)

Não podemos ser apenas uma reação ao que nos ocorre. Pensamentos ruins, sem reflexão, incoerentes com a palavra e a vontade de Deus gerarão palavras de morte destruição e servirão como uma invocação de males sobre nossas vidas. Pensamentos transformados, embebidos do Espirito Santo, da palavra de Deus, alinhados ao caráter de Cristo produzirão vida pra você e todos que te rodeiam.

Refrear o que se diz é importantíssimo e faz parte do processo mas, sem uma dedicação a uma transformação na maneira de lidar com suas realidades dentro de você, em sua mente, mais cedo ou mais tarde você explodirá em palavras destrutivas. Humilhe-se diante do Senhor, em oração apresente diante dele toda a porcaria que se passa aí dentro de sua cabeça, peça a Ele que transforme sua mente e que te dê poder pra andar e falar pela fé, pelo amor, pela esperança , pelo Espírito.

Paz de Cristo!

Alex, 15 de novembro de 2012

A sua oferta de si


De tudo que se pode oferecer a Deus nada se compara a oferta de si mesmo. 
Ofertar a si mesmo é viver para Deus fora das reuniões e cultos. É dar-se em revelação do amor de Deus aos que estão em nossa casa, em nosso local de trabalho, na faculdade mesmo que exija algum nível sacrificial. 
Ofertar para Deus deve ir além do dinheiro. Deve mexer com nossas prioridades, nossos interesses e nossa vida. Que possamos nos gastar, desgastar e nos dissolver pelo propósito do Senhor através de nós nessa terra. 

Olhe em redor e veja agora mesmo, para quem você pode ser uma oferta viva do amor de Deus.

Portanto, meus irmãos, por causa da grande misericórdia divina, peço que vocês se ofereçam completamente a Deus como um sacrifício vivo, dedicado ao seu serviço e agradável a ele. Esta é a verdadeira adoração que vocês devem oferecer a Deus. (Romanos 12:1 NTLH)

17 de outubro de 2012 

* Se te edificou, compartilhe.

Imperfeitos não acomodados

Somos imperfeitos mas não devemos admirar ou nos acomodar a essa imperfeição. Jesus é a nossa perfeição e alvo da nossa vocação. É nEle que somos dia-a-dia moldados e aperfeiçoados. 

Que diremos, pois? Permaneceremos no pecado, para que seja a graça mais abundante? De modo nenhum! Como viveremos ainda no pecado, nós os que para ele morremos? Ou, porventura, ignorais que todos nós que fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte? Romanos 6:1-3

Sobre os hábitos e o caráter, creio que não devemos descambar: seja para a ilusão e vaidades de nossos melhores dias, seja na apatia e irresponsabilidade da conformação com esse mundo, nem tampouco para o desespero e depressão dos piores dias pois, somos perdoados dos nossos pecados. Em qualquer um desses extremos perdemos centralidade de Cristo e da confiança em Deus. 

É exatamente essa tensão criada por nossa imperfeição diante da perfeição de Cristo e a graça liberada por ele, que nos leva a uma contínua vida de dependência do Senhor, livres da concupiscência e dos desatinos de nossa alma.
Alex Cosmo

do Facebook em 23 de Setembro de 2013

Pare de Sofrer?

Mas nós vemos Jesus fazendo isso. Por um pouco de tempo ele foi colocado em posição inferior à dos anjos, para que, pela graça de Deus, ele morresse por todas as pessoas. Agora nós o vemos coroado de glória e de honra por causa da morte que ele sofreu. (Hebreus 2:9 NTLH)

A paz de Cristo lindos!!

É muito triste ver o quanto se perdeu da visão real do Cristo e do evangelho. De como malignamente os homens corrompem a verdade a fim de atenderem suas demandas egoístas e justificar suas escolhas insanas.
Jesus não veio aqui nos ensinar a parar de sofrer mas sim a sofrer pelas coisas certas, não para ensinar a viver mas sim a morrer cada dia dessa vida terrena, vislumbrando a vida eterna. 

Estamos dispostos a sofrer pelo nosso pecado, pela nossas escolhas desobedientes, pelo prazer de um momento. Mas, por amor de Cristo, sofrer pelo seu reino e sua obra, ou sofrer o amor ao próximo (quem está a nossa volta),ou ainda sofrer a abnegação do EU em obediência a vontade de Deus, já não temos grande disposição. 

Cristo mostrou a grande verdade de que não há amor sem dor e de que essa vida narciso-hedonista é uma grande ilusão de entorpecimento existencial.
Sim há ressurreição ! Mas primeiro morte. Sim a recompensa virá, neste mundo ou no vindouro. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. 
A você que agora sofre, antes de buscar a saída imediata desse sofrimento, tente encontrar no exemplo de Cristo se há um propósito nisso. Se houver, alegre-se em seu sofrimento e receba o consolo da esperança da eternidade pois quando tudo o que é provisório der lugar ao que é eterno, e que estivermos no descanso do nosso Senhor, aí sim não haverá mais sofrimento. Para os que confiaram suas vidas a Jesus.

Leia também:

 Romanos 12.1 diz: “Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”. 
Hebreus 5:8-9 “embora sendo Filho, aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu 9 e, tendo sido aperfeiçoado, tornou- se o Autor da salvação eterna para todos os que lhe obedecem,”
João 12:24 “Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto.”

João 12:25 “Quem ama a sua vida perde- a; mas aquele que odeia a sua vida neste mundo preservá- la- á para a vida eterna.”
1 Pedro 4:13 “pelo contrário, alegrai- vos na medida em que sois co- participantes dos sofrimentos de Cristo, para que também, na revelação de sua glória, vos alegreis exultando.”

22/06/2012 – Post de Alex no Face