Os Pensamentos e Ações de Deus

O SENHOR Deus diz: “Os meus pensamentos não são como os seus pensamentos, e eu não ajo como vocês. Assim como o céu está muito acima da terra, assim os meus pensamentos e as minhas ações estão muito acima das suas.” Isaías 55.8-9 NTLH

A força motora da vida terrena é o desejo de crescer, de avançar, amadurecer e alcançar algo adiante. Nos animais se dá pelo instinto da preservação e continuidade da espécie, no reino vegetal pela frutificação  e nos seres humanos passa pelo “crescei e multiplicai” e pela continua necessidade de alcançar aquela satisfação que os torne plenos.  Quando perdemos esse impulso, seja encalhando em alguma situação difícil da vida ou nos acomodando com um detereminado estado, nos encontraremos em umacrise existencial sem fim sem propósito e sentido para o dia-a-dia. Tudo o que foi criado, o foi para glória do Criador e nós que fomos criados à imagem e semelhança dEle, precisamos confessar que apesar das nossas breves alegrias essa necessidade de satisfação e experimentação dessa glória transcende esse estágio terreno o que nos leva à grande bifurcação na estrada da vida: ou nos leva a crer no Eterno e sua eternidade (Ec 3.11) e buscarmos participar da glória dEle; ou a negá-lo para minimizar as expectativas ou a dor e frustrações que essa existência terrena temporária carrega e as abnegações que exige.

Os astros brilham no céu, o vento sopra suave balançando a árvore carregada de frutos, e à sua sombra a cadela da família amamenta os filhotes que serão afagados pelos filhos brincando no quintal da casa de homem que se casou com a mulher que amava, enquanto ambos apreciam uma música feita com primor. Tudo isso precisa ser tributado em glória ao Deus que por sua palavra fez tudo existir. A queda do homem é concluir em si mesmo pois quando assim o faz, rompe a relação com seu criador, com o próximo e com toda a criação. Através do profeta Isaías o Senhor Deus nos confronta e nos convida a ampliar nossos horizontes e observar seus pensamentos e  caminhos elevados para que sejamos resgatados da mediocridade a que o pecado nos prende.

Arrependimento e conserto


“Buscai o SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao SENHOR, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar.” Isaías 55.6-7 ARC

Em Cristo e sua cruz, Deus o pai encarnou seu amor e perdoou toda a humanidade de todos os seus pecados. Esse perdão porém se cumprirá somente na vida do que crê e vive na fé manifesta pela atitude diária que espelhe a busca por Ele, por conhecê-lo e fazer sua vontade. Enquanto não reconhecemos o quanto estamos falidos espiritualmente e não nos voltamos inteiramente para ele em arrependimento genuíno; enquanto não sairmos do centro de nossa própria vida e permitirmos que seja Ele o centro, tampouco  poderemos experimentar os pensamentos e caminhos elevados que o Senhor tem pra nós.

Precisamos fugir do rótulos religiosos e das confissões apenas nominais e sermos sinceros quanto a nossa atual condição espiritual e nos perguntar: Em qual caminho estou andando? Quem é o meu “Deus” que tem primeira importância em minha vida e a quem dou meu melhor? O que ou quem está sendo sacrificado em favor de que ou de quem? Quais os altares e ídolos diante dos quais tenho me dobrado? O que se vê em mim da regeneração e amadurecimento gerado pela presença do Espírito Santo em mim? Que pensamentos ocupam minha mente? Que ações se manifestam quando estou só, sem ninguém para me vigiar? Para quem é o seu culto? O que não estou disposto a renunciar em favor do Senhor e de sua vontade?

Confrontando alguns dos nossos pensamentos com os de Deus

“Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o SENHOR, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos.” Isaías 55.8-9

Uma vez que o verdadeiro arrependimento foi gerado em nós pelo poder do Espírito Santo e da palavra anunciada, precisamos colocar nossos olhos firmemente em  Jesus para que sejamos moldados conforme o eu caráter. Somos muito ansiosos em receber mudanças e transformações em nossas atitudes e desejamos receber as bençãos que não são poupadas na vida dos que vivem corretamente mas, a transformação na nossa mente deve vir antes como uma preparação no terreno para receber as sementes do reino de Deus. Vejamos alguns conceitos onde geralmente nossos pensamentos se distanciam do pensamento do Senhor nosso Pai:

1. Gratidão 

Nosso pensamento: Olhamos para nós mesmos como merecedores, por isso rejeitamos e somos ingratos sobre tudo o que não coincidiu com a nossa vontade ou desejos. Somos agradecidos somente pelo que achamos bom para o momento.

Pensamento do Senhor – Deus quer que sejamos gratos por tudo. Ele nos criou, tudo que somos e temos é fruto da graça de Deus que é um favor que não merecemos. Ser grato a Deus por tudo é resultado do novo entendimento de que: Deus é soberano e sua vontade, seu cuidado, amor, disciplina, livramentos e até o que achamos “ruim” faz parte do plano maior de Deus na nossa redenção;  não somos merecedores de nada além da condenação eterna e  que por amor e graça somente o Senhor nos resgatou para Ele; as coisas temporais e terrenas não podem ser comparadas as coisas eterna e do alto. //1 Tessalonicenses 5:18 Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.// Rm 8.28 Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.

2 – Prosperidade

Nosso pensamento – Prosperiade para nós é ser rico, obter riquezas e acumular sem limites. Desejamos as iguarias da Babilônia e tudo que os reinos desse mundo podem proporcionar. Muitos, inclusive que se dizem cristãos, estão agora mesmo no engano correndo loucamente atrás dessas coisas,servindo e recebendo as promessas de Mamon e ainda dando uma glória falsa a Deus por suas conquistas puramente egoístas. 

Pensamento do Senhor – Ser próspero é ser feliz com o que se tem é estar satisfeito, ter a consciência de que somos somente mordomos temporários das riquezas que o Senhor nos permite administrar enquanto estamos vivos na carne e assim ao invés de nos apegarmos as coisas materiais e nos aplicarmos ao acúmulo de bens, sermos canais de distribuição e e agentes da justiça de Deus em favor dos pobres e necessitados. O pensamento de Deus é sobre fidelidade a Ele seja lá o quanto você tiver: muito ou pouco. Que possamos ganhar mais, poupar mais e doar mais,   mantendo uma vida simples, econômica e fazendo mais para o reino de Deus se expandir.

3 – Saúde

Nosso pensamento – Somos escravizados pelos padrões de estética que o sistema mundano propaga. A todo custo vemos as pessoas fazendo de tudo para ficarem parecidos com ícones, sexy symbols . A dinâmica atual é mesmo um culto ao corpo não pela saúde mas pela apresentação desse corpo publicamente. Pessoas belíssimas por fora e caindo aos pedaços interiormente deixando de lado as coisas mais profundas em troca das superficiais.

Pensamento do Senhor – O nosso corpo é o templo do Espírito Santo e existe prioritariamente para isso. Deus nos criou com uma parte imaterial e outra material. Seu pensamento é de uma saúde integral, priorizando a alma e o espírito que é o que durará para sempre e por fim também o corpo. O exercício físico não pode ser desprezado mas o exercício espiritual é indispensável. A finalidade do corpo é glorificar a Deus tendo saúde para prestar-lhe culto, trabalhar, cuidar da criação e fazer seu reino de amor conhecido em todo o mundo.

4 – Equilíbrio e serenidade

Nosso pensamento – Buscar a paz interior, fazer alguma coisa externa que te traga “paz” que nos desconecte das realidades para encontrar aquela serenidade ou energia boa que já está dentro de nós. Há quem busque harmonizar com a natureza fugindo de se harmonizar com o Criador.

Pensamento do senhor – A paz verdadeira e duradoura só virá quando fizermos as pazes com nosso Criador, arrependendo-nos dos maus caminhos e nos voltando para Ele. Harmonizados com Ele (santificação), teremos refúgio para os dias difíceis e o auxílio para encarar de frente nossas realidades, limitações e aflições. É nEle que somos ajustados emocionalmente e capacitados a viver em paz em família, com nossos irmãos e em sociedade sem ferir as pessoas nem a natureza.

5 – Fé e otimismo

Nosso pensamento – Pensar positivo, imaginar ou sonhar grande, projetar nosso futuro, esperar “aquela” oportunidade miraculosa. Achamos que nosso pensamento se for bom atrai as coisas boas.

Pensamento do Senhor – É claro que não cabe a fé uma perspectiva pessimista sobre a vida e o futuro visto que crêem em Cristo crêem também na ressurreição e na nova Jerusalém. Nossa fé deve ser firmada nas promessas do Senhor, podemos e dedevemos planejar mas  submeter os nossos planos à vontade de Deus. Devemos ser felizes e satisfeitos com a resposta final que vem do Senhor, trabalhar muito, focando não só em resultados momentâneos mas na fidelidade a Deus e ao nosso próximo.

6 – Amor

Nosso pensamento – Dizemos assim: – Preciso buscar ser amado, estar com pessoas que me amam e me valorizam, tenho de amar a mim mesmo, buscar ser feliz e fazer o que for melhor pra mim e viver as emoções que a vida me dá hoje. O pensamento do homem caído ou está inflamado pelo imediatismo,egoísmo e o excesso de amor próprio ou caramelizado pelo romantismo e fábulas exageradas do cinema, das novelas e romances escritos.

Pensamento do Senhor – Deus provou seu imenso amor  por nós sendo que Jesus deu a vida dele por nós, sendo nós ainda pecadores ou seja, não foi pelo que poderíamos ofercer ou dar em troca. Já nascemos com uma tendência egocêntrica e egoísta por isso,  precisamos cultivar menos o amor próprio é mais o amor a Deus sobre todas as coisas ao próximo como a nos mesmos. Para desenvolver isso, precisamos estar atentos e dispostos a servir nas necessidades dos que estão em nossa volta e menos ao grito do nosso umbigo. Vivamos o amor sacrificial fundamentado no exemplo do Cristo que Disse: Amai us a os outros como eu vos amei. Leia 1 Co 13.

Profecia

“Porque, assim como descem a chuva e a neve dos céus e para lá não tornam, sem que primeiro reguem a terra, e a fecundem, e a façam brotar, para dar semente ao semeador e pão ao que come, assim será a palavra que sair da minha boca: não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a designei. Saireis com alegria e em paz sereis guiados; os montes e os outeiros romperão em cânticos diante de vós, e todas as árvores do campo baterão palmas. Em lugar do espinheiro, crescerá o cipreste, e em lugar da sarça crescerá a murta; e será isto glória para o SENHOR e memorial eterno, que jamais será extinto.” Isaías 55.10-13

A profecia é aquela palavra que provém de Deus, dos seus pensamentos e caminhos elevados para nos tocar, despertar, exortar, advertir e encorajar a continuar olhando para o alto. Sobre o que vamos viver amanhã ou daqui a cinco minutos não sei dizer, mas sei que Deus nos ama e que estará conosco todos os dias.

Romanos 8:31-39
Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas? Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós. Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? Como está escrito: Por amor de ti, somos entregues à morte o dia todo, fomos considerados como ovelhas para o matadouro. Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s